Vice provedor faz pronunciamento especial no “Dia da Cidade de Santos”

Cacá Teixeira, que também é vereador em Santos, foi o orador da solenidade que marca o aniversário de 476 anos da cidade, e destaca a importância da Santa Casa de Santos para a saúde da região.

Em solenidade na Câmara Municipal de Santos, o vereador e vice provedor da Santa Casa, Cacá Teixeira, fez o discurso que marcou o início das homenagens que comemoram os 476 anos da cidade, celebrado em 26 de janeiro. O provedor Ariovaldo Feliciano prestigiou o evento.

Cacá Teixeira lembrou a importância da Santa Casa de Santos para a história do município, que inspirou o nome da cidade, e falou sobre o papel de destaque do hospital no combate à pandemia de Covid-19, sendo a principal e maior estrutura para atendimento da população de toda a Baixada Santista.

Sobre este assunto, Cacá destacou o envolvimento da Prefeitura: “Permitam-me aqui fazer um elogio à parceria entre a Prefeitura e Santa Casa de Santos, muito importante na luta contra a crise de saúde pública recente. Precisamos de mais ações como essa se quisermos construir uma cidade melhor”.

Reeleito vice provedor da Santa Casa de Santos no último dia 17, Cacá Teixeira, ao lado do provedor também reeleito Ariovaldo Feliciano, vêm contribuindo de forma expressiva na evolução da instituição, além de ter participado como membro da Mesa Administrativa de todo o processo de recuperação do hospital, que foi acompanhado de perto pela sociedade e por diversas mídias.

No dia 15/1/22 a Santa Casa fez história mais uma vez, com a realização da primeira cirurgia robótica da região, colocando o hospital como uma das principais referências em tecnologia cirúrgica avançada do país.

Hospital que inspirou o nome da cidade

Atribui-se a fundação de Santos a Braz Cubas, fidalgo e explorador português, que auxiliado por prósperos moradores da região, iniciou em 1542 a construção de um hospital, que inaugurou provavelmente em 1º de novembro de 1543, e chamou-o de Hospital de Todos os Santos. Assim nascia a Santa Casa, construída no mesmo modelo das Misericórdias de Portugal. O hospital ficou tão conhecido que o povoado da região, antes chamado pelo nome indígena povoado de Enguaguaçú, passou a ser chamado de Povoado do Porto da Santa Casa da Misericórdia de Todos os Santos. Com o tempo, por ser um nome muito extenso, foi sendo abreviado até se tornar somente Santos, a Vila de Santos, fundada oficialmente em 1546.

Esta é a história considerada oficial. Esta e outras teorias menos aceitas, podem ser conferidas no blog Memória Santista, em http://memoriasantista.com.br/?p=1672

 

Compartilhe!
Acesse Nossas Redes Sociais

Av. Dr. Claudio Luis da Costa, 50
(13) 32020600
provedoria@scsantos.com.br