Santa Casa de Santos é Top of Mind!

Em um ano desafiador, a instituição comemora a conquista do prêmio Top Of Mind A Tribuna 2020.

Feliz pelo reconhecimento do trabalho de toda a equipe da Santa Casa de Santos, principalmente neste momento de tantos desafios diante da pandemia, Ariovaldo Feliciano, provedor da instituição, fala sobre ser ‘Top Of Mind’: “Receber um prêmio desta grandiosidade é uma enorme conquista, fruto de um trabalho sério. Foi um grande desafio assumir o hospital em 2016, cheio de dívidas e desacreditado. O trabalho foi e continua sendo árduo. Buscamos evoluir todos os dias, para oferecer o melhor para a população. A família Santa Casa agradece o reconhecimento por todo nosso trabalho”.


Trajetória: De inspiração para a cidade ao prêmio Top Of Mind

Fundada por Brás Cubas em 1º de novembro de 1543, a Santa Casa de Santos é a mais antiga unidade assistencial em funcionamento do país, e participou de todos os ciclos da história brasileira. Foi inicialmente chamada de Hospital de Todos os Santos, inspirando o nome da cidade. Foi na Santa Casa de Santos que teve início a prática do ensino de Medicina no país, quase 3 séculos antes da fundação da primeira Faculdade de Medicina do Brasil. Sem dúvida, a Santa Casa de Santos é o hospital símbolo da saúde da região, a maior referência para a população, e para a formação e atuação de grandes profissionais que levam o nome da instituição, inclusive, para outros países.

Lamentavelmente, até fevereiro de 2016, a Santa Casa de Santos amargava um prejuízo mensal de R$ 5 milhões. A atual gestão, liderada pelo provedor Ariovaldo Feliciano, conseguiu reverter este quadro e, em apenas 6 meses, a irmandade passou a ter superávit, graças a uma forte reforma administrativa, com revisão de contratos, organização de processos, e trabalho efetivo para redução de gastos e aumento da receita.

Uma das primeiras ações da gestão de Ariovaldo Feliciano, logo que assumiu a provedoria em 2016, foi valorizar os mais de 5 mil funcionários, que estavam com salários atrasados, não tinham plano de saúde oferecido pela instituição e encontravam-se em condições de trabalho precárias. Todos os salários foram colocados em dia, a agora todos os colaboradores possuem assistência médica e odontológica integral, além de auxílio funeral e seguro de vida. Com isso, o clima da instituição mudou, e os funcionários sentem-se valorizados e mais próximos dos gestores.

No quesito processos operacionais, a reformulação também precisava ser urgente. A atual administração investiu em sistemas para otimização da gestão de todas as áreas, agilizando o trabalho das equipes de saúde e promovendo a segurança na assistência do paciente. O resultado foi um amplo controle, e rastreabilidade de todos os processos administrativos e operacionais da instituição.

Com todas estas ações, a Santa Casa de Santos resgatou seu potencial competitivo e tornou-se um dos hospitais mais bem equipados do estado de São Paulo.
Uma das missões anunciadas pelo provedor Ariovaldo Feliciano no início de sua gestão, era transformar a instituição em um hospital moderno. Diante de todas as melhorias, obras e implantações de tecnologias de ponta, certamente o objetivo inicial já foi alcançado. Agora, a gestão Ariovaldo Feliciano segue trabalhando forte e focada em uma missão maior ainda, tornar a Santa Casa de Santos um hospital modelo para o país.

Qualidade assistencial para toda a região

A Santa Casa de Santos é o hospital mais completo da região, com ampla assistência especializada e equipe multiprofissional qualificada. A instituição conta com uma estrutura de quase 700 leitos, e também é a única da região com o maior número de leitos especializados para terapia intensiva. São 100 leitos dedicados às especialidades de: UTI Geral, UTI Cardíaca, UTI Neurológica, UTI Pediátrica e UTI Neonatal.

O Centro Cirúrgico da Santa Casa de Santos também é o maior e mais bem equipado da região, e conta com 25 salas operatórias, incluindo centro obstétrico, centro oftalmológico, e hemodinâmica. As novas instalação foram entregues em setembro e o projeto inovou no meio digital, com a implantação de monitores de LCD para visualização de exames de imagem. Em termos de recursos, a unidade também possui equipamentos de videocirurgias, microscópios de alta performance, monitores de função cerebral para anestesia, e focos cirúrgicos em LED ajustáveis para procedimentos por vídeo. Por mês, são realizadas mais de 2 mil cirurgias.

Na urgência e emergência, o novo Pronto Socorro Particular e Convênios, possui acesso exclusivo e adequado, com uma dinâmica de fluxo único, priorizando agilidade e qualidade, amparadas por tecnologia de ponta, que garante a segurança do paciente e as informações do atendimento. O Pronto Socorro oferece assistência completa 24 horas aos beneficiários dos convênios credenciados ao hospital, e também particulares. Para o SUS, a Santa Casa possui o maior complexo de Urgência e Emergência da Baixada Santista, que garante ampla retaguarda para os casos encaminhados pelo SAMU.

A maternidade oferece completa assistência materno infantil, com retaguarda de UTI Neonatal, garantindo todo o suporte à gestante, para um parto tranquilo e atendimento humanizado, antes e depois do nascimento do bebê.

Tratando-se de Medicina Diagnóstica – o hospital conta com amplo parque tecnológico, equipamentos de ponta e os melhores recursos, oferecendo assistência completa e de qualidade. Dentre os diversos serviços, estão: ressonância magnética, tomografia, radiologia, endoscopia, colonoscopia, colangiografia, laboratório de análises clínicas e genética humana, hemodinâmica, e um centro de imagem para ultrassonografia, mamografia e ecocardiograma, com capacidade para realizar até 10 mil exames mensais.

A Santa Casa também possui um serviço exclusivo de Medicina Hiperbárica, com duas câmaras modernas, em um espaço totalmente remodelado e acolhedor, para o tratamento de pacientes com indicação de oxigenoterapia hiperbárica.


Pandemia: o maior desafio de 2020

Desde 2016, a Santa Casa de Santos investe em melhorias para o atendimento da população em todos os aspectos, o que inclui o fortalecimento do parque tecnológico. A experiência adquirida neste período de pandemia demonstra que os investimentos em serviços de saúde devem ser priorizados, e que foi graças a atenção que a Instituição deu a este quesito, que a Santa Casa de Santos conseguiu enfrentar a pandemia com a estrutura que já existia.

O plano de combate a Covid-19 foi colocado em ação no dia 16 de março, mas já vinha sendo planejado desde fevereiro. Em abril, a Santa Casa de Santos adequou, com recursos próprios, duas unidades de internação totalmente equipadas, com mobiliários novos, para atendimento pelo SUS dos pacientes com Covid-19. No total, foram 69 leitos contratualizados pela Prefeitura Municipal de Santos, sendo 39 leitos em UTI. Além destes, o hospital preparou mais 100 leitos dedicados aos casos de Covid-19 para convênios, sendo 32 em UTI. Certamente, esta foi a maior estrutura para combate à pandemia da Baixada Santista, e uma das maiores do estado de São Paulo. Poder oferecer esta assistência para a população, é uma grande vitória!

Confira o filme da Santa Casa de Santos Top Of Mind A Tribuna 2020:
https://www.youtube.com/watch?v=PjBYwajJVLI

 

 

 

Compartilhe!
Acesse Nossas Redes Sociais

Av. Dr. Claudio Luis da Costa, 50
(13) 32020600
provedoria@scsantos.com.br