Lâmpada germicida começa a ser utilizada no Centro Cirúrgico

Protótipo da lâmpada UV-C foi produzido pela Engenharia Clínica da Santa Casa de Santos.

A partir de 19 de outubro, a Santa Casa de Santos passou a utilizar lâmpada germicida para desinfecção das salas operatórias do Centro Cirúrgico.

O protótipo foi produzido pela Engenharia Clínica da instituição, conforme projeto conduzido pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar.

Segundo resultados apurados pela Empresa BCQ Consultoria e Qualidade S/S Ltda, o equipamento apresenta eficácia comprovada para desinfecção complementar de superfícies e ar ambiente, devendo ser utilizado após a limpeza terminal.

A lâmpada UV-C também passou por avaliações da Segurança do Trabalho, Medicina do Trabalho, Higienização, DMG e da equipe de Física Médica e Radioproteção, Drª. Raquel Albuquerque e Drª. Déborah Cristina Fonseca, que emitiram pareceres favoráveis à implantação.

O equipamento deve ser utilizado quando o ambiente estiver vazio, e sem circulação de pessoas. A lâmpada não oferece risco para a saúde quando desligada, portanto é seguro acessar a área após a utilização.

Importante destacar que, dependendo do tamanho de cada ambiente, o tempo necessário de ação da lâmpada varia, conforme exemplos a seguir: Para salas de até 16m², a colocação do equipamento deve ser no centro da sala e a irradiação feita por tempo de 4 minutos. Para irradiar salas de 16 até 36 m², o equipamento deve ser colocado também no centro da sala com o tempo de exposição de aproximadamente 7 minutos.

Neste primeiro momento, a lâmpada germicida será utilizada no Centro Cirúrgico, no período diurno, após a limpeza terminal de salas operatórias utilizadas por pacientes em precaução e isolamento, e no período noturno, em todas as salas operatórias.

Compartilhe!
Acesse Nossas Redes Sociais

Av. Dr. Claudio Luis da Costa, 50
(13) 32020600
provedoria@scsantos.com.br