Doe sangue, doe vida, doe amor. O que se compartilha, se multiplica.

Santa Casa adere ao JUNHO VERMELHO e realiza ação no Dia Mundial do Doador de Sangue

Incentivar a doação de sangue é o principal objetivo da campanha Junho Vermelho, lançada por diversos hospitais e órgãos de saúde neste mês, quando é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue.
Doe sangue, doe vida, doe amor. O que se compartilha, se multiplica. Esta é a proposta da Santa Casa de Santos que realiza ação no dia 14 de junho, das 10h às 16h, em frente ao hospital, com o apoio do Plano Santa Casa Saúde, visando incentivar e lembrar a população sobre a importância da doação de sangue.
Para participar, basta comparecer ao local, onde a equipe assistencial do hospital estará à disposição da população para aferir a pressão arterial, realizar testes rápidos de glicose, e ainda esclarecer as dúvidas sobre doações de sangue, e os requisitos para ser um doador.

Você sabia que o sangue doado tem validade?

Com uma única doação, é possível ajudar até 4 pessoas, pois o sangue coletado é separado em diferentes hemocomponentes - concentrado de hemácias (glóbulos vermelhos), concentrado de plaquetas, plasma e crioprecipitado - que podem ser utilizados em diversas situações clínicas.
O que muitos não sabem é que o sangue tem validade. O concentrado de hemácias dura em média de 35 a 42 dias, dependendo do anticoagulante utilizado na bolsa, já as plaquetas dura em média 5 dias, devendo ser mantida em agitação contínua, e em temperatura entre 20 e 24 graus positivos.
Muitas vezes, a vontade de ajudar, faz com que ações sejam promovidas de forma independente, principalmente em redes sociais, com repercussão imediata, e resultando em demanda acima do recomendado pelos bancos de sangue. Quando isso acontece, é comum os serviços receberem, em apenas um dia, mais de 300 doadores, e nos demais dias, não ultrapassar a média de 40 doadores. Como o sangue tem validade, todo o material recebido além do recomendado pode ficar com a validade vencida, e ser desprezado.
Portanto, para que isso não aconteça, é importante que os bancos de sangue possam contar com doadores frequentes durante todo o ano.
No mês de maio, o Banco de Sangue da Santa Casa teve a média diária de 40 doadores por dia, quando o ideal seriam 80. A expectativa para o mês de junho é alcançar a média ideal de doadores, no entanto, é importante lembrar que este número precisa ser atingido todos os dias.
A falta de estoque de sangue em um hospital pode levar ao cancelamento de cirurgias e de procedimentos, além de prejudicar o tratamento de pacientes com patologias que dependem de transfusão sanguínea.
Fique atento aos requisitos para ser um doador de sangue:
Estar em boas condições de saúde;
Pesar no mínimo 50kg;
Não estar em jejum;
Estar alimentado, porém deve aguardar 2 horas após o almoço, e 1 hora após o lanche, além de evitar alimentos gordurosos;
Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas que antecedem a doação;
Não fumar por 2 horas antes da doação e na primeira hora após a doação;
Estar descansado e ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
Menores de 18 anos e maiores de 16 anos podem doar, mas precisam estar acompanhados dos responsáveis, ou com formulário de autorização dos mesmos;
Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial.

Horários de atendimento do Banco de Sangue da Santa Casa de Santos:

Segunda a sexta-feira, das 7h às 16h;

Sábados, das 7h às 11h.

Domingos e feriados não há atendimento.

Maiores informações sobre doações de sangue:

Banco de Sangue da Santa Casa de Santos - Avenida Dr. Cláudio Luís da Costa, nº50 – Jabaquara – Santos, ou pelo telefone 32020600, ramal 1218.